Imprimir esta página

Plasmaférese

É o procedimento de aférese com a finalidade de remover do plasma de um determinado paciente uma substância patológica ou uma substância fisiológica presente na circulação em concentrações indesejáveis. Esse plasma removido,é substituído por um chamado “fluído de reposição”.

O fluido de reposição é utilizado para evitar o desequilíbrio volêmico do paciente. Essa reposição é geralmente realizada utilizando-se os fluídos de reposição citados a seguir: solução de albumina 5%, plasma fresco congelado, solução fisiológica 0,9% ou ringer lactato. A escolha do fluído de reposição dependerá da patologia do paciente.

A eficiência da remoção depende da quantidade de plasma trocado em cada procedimento, da distribuição dessa substância entre o extravascular e intravascular e da velocidade de equilíbrio entre esses.

A quantidade de sessões de plasmaférese e o intervalo entre elas dependerão do tipo da patologia, da velocidade de instalação, da gravidade, da substância alvo a ser removida, assim como manutenção do estimula de produção da substância. com ajuda de um separador celular, devolvendo os elementos remanescentes com adição de um fluido de reposição.

O benefício terapêutico da plasmaférese é, em sua maior parte, na remoção de anticorpos patogênicos de doenças auto-imunes, como por exemplo, imunoglobulinas, paraproteínas, anticorpos policlonais, ou anticorpos em imunocomplexos.

Veja abaixo, alguma das indicações clínicas da plasmaférese:

 
Doenças hematológicas:

 

  • Púrpura trombocitpênica trombótica;
  • Púrpura pós transfusional;
  • Síndrome da Hiperviscosidade;

 
Doenças Neurológicas o Síndrome de Guillain Barre

 

  • Poliradiculoneurite crônica
  • Miastenia Gravis

 
Doenças reumatlógicas e nefrológicas

 

  • Lúpus eritematoso
  • Vasculite Sistêmica
  • Artite Reumatóide
  • Síndrome de Goodpasture
  • Síndrome Hemolítica Urêmica

 

Na grande maioria das vezes a plasmaférese é realizada de forma não seletiva, para a redução da concentração sérica de uma determinada substância, o plasma é removido como um todo. Essa remoção total, implicará na redução da concentração de vários elementos do plasma.